Quero ser comediante!

Você é o engraçadão da turma?

Você conta piadas como ninguém(ou melhor: conta piadas e come ninguém! RÁ!)?

Você tem um texto bom, mas ninguém nunca te deu chance de um Open Mic?

Você sonha com o Jerry Seinfield todas as noites?

Você SABE quem é Jerry Seinfield e o que é um Open Mic?


 Mande um e-mail para producao@curitibacomedyclub.com.br com seu texto, que nossa produção entrará em contato para agendar um Open-Mic!

ATENÇÃO!

No momento a Noite do Open Mic não está em nossa programação, devendo voltar após o Festival de Curitiba.

Oportunidades de Open-Mic serão agendadas somente quando a Noite do Open Mic voltar à nossa programação.


Dicas para o seu Open Mic

Por standuptraduzido

1. Não abra com piada suja
Este é o truque mais velho do livro dos Open Mics, porém não tem graça e é um ótimo jeito de facilitar as coisas para o olheiro que estiver assistindo te cortar da lista dele, antes que você possa dizer punchline. Geralmente é assim – o Open Mic entra no palco, pega o microfone, e diz, “Então, minha namorada estava fod…***” ou “Eu estava trep…***” com essa garota…” não é engraçado – deixa as pessoas da platéia desconfortáveis, e isto já foi feito antes MILHÕES de vezes.
2. Pare de ser tão raivoso
Comédia amarga não cai bem hoje em dia; certamente não cairá bem se você for o MC ou o comediante principal. Ninguém quer seguir as idéias de alguém que gasta 5 minutos reclamando – sem humor, só reclamação – sobre a namorada (não que tenha nada de errado com piadas sobre namoradas, eu faço um monte, mas mantenha s coisas LEVES)
2a. Pare de andar nervosamente
Esta dica vai junto com a #2 – um monte de comediantes andam demais, pra frente e pra trás, ou prum lado e pro outro, cuspindo piadas cheios de raiva. Relaxe, é comédia, esta coisa de raiva não vai colar, principalmente quando você quer a confiança da platéia. Somente alguns comediantes soam bem com esse tipod e andar, como Chris Rock. Enquanto você não tiver a experiência dele, relaxe.
3. Não fume no palco
Soa idiota, mexe com seu timing, e significa que a platéia vai ter que ficar ouvindo você exalar 43 vezes em 6 minutos. Fora isso, tudo bem.
4. Não culpe a platéia
Talvez a platéia ESTEJA morta; é o seu trabalho ressuscitá-la. Você tem uma chance de provocar a platéia, e ganhar uma risada. Depois disso, você está por sua conta. A platéia sabe que está quieta, você ficar lembrando-a disto toda hora não vai lhe levar a lugar algum.
5. Conte suas próprias piadas
Nem deveria precisar lhe avisar isto.
6. Suas piadas precisam ter punchline
Esta não é uma noite de poesia livre. Sua observação pode ser interessante mas ache a porr..** do humor.
7. Não conte estórias
A estória sobre seu amigo pode ser engraçada no bar, ams no palco geralmente não funciona tão bem – salve suas estórias pra depois do show.
8. Não faça imitações de outros comediantes
Eu já vi Richard Pryor, George Carlin, Eddie Murphy, e agora Rodney Dangerfield. Se fosse por mim, eu te diria para não fazer imitações, mas as pessoas parecem gostar delas.
9. Não use roupas malucas
A sua jaqueta esporte roxa não lhe torna mais engraçado. Somente mais estúpido, ninguém vai prestar atenção no seu material quando estiverem tentando descobrir porque cargas d’água você se veste assim.
10. Seja único
Finalmente, quando você começar, você vai, conscientemente ou sub-conscientemente, copiar seu(s) comediante(s) favorito(s), seja no estilo, maneirismos, atitude ou timing. . Porém, muitos comediantes estão tentando, SER um comediante famoso, ou ser alguém que não são. Seja único – em suas piadas. Não em suas roupas, cabelo – NAS SUAS PIADAS. Escreva piadas inteligentes com setups e punchlines. Se você não as tiver, não vá até o palco até que as tenha. Seja profissional no palco, faça net-working fora do palco e deixe os cigarros e a imitação de Ray Romano em casa.

Fatal error: Call to undefined function get_field() in /home/curitibacomedyclub/www/wp-content/themes/ccc/content-page.php on line 13